terça-feira, 9 de maio de 2017

Chega uma hora em que você precisa de alguma forma colocar as coisas pra fora, pois você está abarrotada de coisas em um nível que não é possível lidar com nenhuma delas.
É complicado ver as pessoas que você tanto gosta se afastando, mas o mais triste é perceber que boa parte dessas pessoas não possuem motivos pra fazerem isso e fazem mesmo assim.  Dói saber que a pessoa que sempre te contou a verdade mentiu pra você e que mentiu por uma coisa extremamente fútil, parece que tudo que você conhecia sobre essa pessoa desmorona e você fica exatamente sem saber o que fazer em relação a ela. Quando isso vem de uma pessoa muito próxima isso pode te devastar por dentro e muitas vezes as pessoas nem percebem isso.
Quando você se vê perdida muitas vezes vai buscar alguém pra conversar pra aliviar o peso daquilo tudo, você pesquisa na sua lista de contatos em todas as redes sociais alguém que poderia te ouvir àquela hora da madrugada, entender de fato o que se passa e tentar te ajudar de alguma forma. É aí que acontece uma das situações que eu não desejo pra ninguém, você se vê só, as pessoas podem até te ouvir e te aconselhar, mas você percebe que as pessoas que se davam o trabalho de falar com você todos os dias e que realmente se preocupavam em te ajudar quando você dizia que não estava bem simplesmente não são mais do mesmo jeito.
Todas as pessoas mudam assim como todas as coisas no universo, mas elas poderiam ir mudando aos poucos pra que você pudesse se adaptar a elas, mas não, a grande maioria muda tão repentinamente que quando você percebe o quanto a pessoa mudou você nem a reconhece mais. Eu não sei vocês, mas eu sou extremamente ligada às pessoas que me cercam, me preocupo muito com elas, na maioria dos casos cada amigo meu tem um apelido carinhoso e esses apelidos são únicos, às vezes meus amigos também me chamam por algo só nosso e quando outra pessoa chama meus amigos por esse apelido eu me sinto desapontada por eles permitirem que isso aconteça porque parece que o que era só nosso agora não tem particularidade nenhuma, é como se perdesse a importância ou significado.
Não é que me sinta triste o dia todo, porque eu me sinto feliz em várias horas do dia, mas quando eu fico quieta, paro pra pensar em coisas aleatórias percebo que me sinto perdida em diversas partes da minha vida e eu odeio não ter as coisas sobre controle. Estou cansada de achar que tenho certeza de algo e depois de algumas semanas ou meses isso se desfazer por completo, quero saber quem realmente está do meu lado, ter certeza do futuro que quero pra mim e gostaria de saber o que de fato as pessoas sentem sobre mim porque a sensação de estar perdida é terrível.

Espero enxergar as coisas com mais facilidade o mais rápido possível, mas enquanto isso não acontece sempre que eu precisar colocar o peso para fora usarei as palavras, pois tenho promessas a cumprir e essa é a forma mais correta que achei de exteriorizar isso. Então até um suposto segundo texto.